Em busca de novos mercados - Dal Pizzol Vinhos Finos
A Vinícola Dal Pizzol espera crescer 18% em 2010 intensificando atuação no segmento de lojas, restaurantes e delicatessens. A Dal Pizzol Vinhos Finos entra em 2010 comemorando o excelente resultado de vendas do ano passado com a projeção de novos lucros para este ano. Depois de ter registrado um volume de vendas 14,6% superior ao de 2008, a vinícola se prepara para conquistar novos mercados. Para isso, a empresa mantém sua estratégia de investir na estrutura comercial interna e na ...

Home /
Novidades

Em busca de novos mercados

16 de março de 2010

A Vinícola Dal Pizzol espera crescer 18% em 2010 intensificando atuação no segmento de lojas, restaurantes e delicatessens.

A Dal Pizzol Vinhos Finos entra em 2010 comemorando o excelente resultado de vendas do ano passado com a projeção de novos lucros para este ano. Depois de ter registrado um volume de vendas 14,6% superior ao de 2008, a vinícola se prepara para conquistar novos mercados. Para isso, a empresa mantém sua estratégia de investir na estrutura comercial interna e na busca de novos representantes em regiões potenciais.

Dentro desta linha de trabalho, para 2010, a projeção de crescimento é de 18%. Grande parte desta aposta está baseada na procura cada vez maior pelos espumantes. "Sentimos uma reação na venda dos vinhos. A qualidade já não é mais surpresa para os brasileiros e o reconhecimento é fato. Entretanto, são os espumantes que caíram no gosto dos brasileiros", comemora o diretor da vinícola, Antônio Dal Pizzol.

Para alcançar este aumento, a busca por novos mercados é uma das táticas adotadas pela vinícola. Ainda no início do segundo semestre de 2009, a Dal Pizzol começou a investir na ampliação de sua estrutura comercial externa. Os resultados já começam a aparecer. Com a nomeação de novos representantes e parceiros engajados e comprometidos com a proposta da empresa, novas frentes foram abertas em Vitória (ES), São Paulo (SP) e Teresina (PI).

O principal alvo da Dal Pizzol em 2010 serão os estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. Isso porque as estatísticas mostram que o grande consumo de vinhos finos está localizado no Sul do Brasil. "Estamos trabalhando com mais força aqui no Sul. Precisamos explorar este potencial", garante Dal Pizzol.

Já no Rio de Janeiro, um dos principais pontos de desempenho de vendas, o trabalho será mantido.

Últimas Novidades

Veja o histórico completo