Autoridades estaduais e nacionais recebem o livro Paisagem do Vinhedo Rio-Grandense - Dal Pizzol Vinhos Finos
Governador do Estado e Presidente interino da República receberam exemplar da obra Uma obra que indica a paisagem cultural do vinhedo com plenas condições de pleitear o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, sem dúvida, precisa chegar em mãos de lideranças políticas para que também estejam engajadas em prol desse objetivo. Dessa forma, na última semana, o livro Paisagem do Vinhedo Rio-Grandense, escrito pelos pesquisadores da cultura do vinho, Rinaldo Dal Pizzol ...

Home /
Novidades

Autoridades estaduais e nacionais recebem o livro Paisagem do Vinhedo Rio-Grandense

18 de julho de 2016

Governador do Estado e Presidente interino da República receberam exemplar da obra

Uma obra que indica a paisagem cultural do vinhedo com plenas condições de pleitear o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, sem dúvida, precisa chegar em mãos de lideranças políticas para que também estejam engajadas em prol desse objetivo. Dessa forma, na última semana, o livro Paisagem do Vinhedo Rio-Grandense, escrito pelos pesquisadores da cultura do vinho, Rinaldo Dal Pizzol e o antropólogo espanhol Luís Vicente Elias Pastor, foi entregue a duas lideranças políticas: o governador do Estado do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, e o presidente interino da República, Michel Temer.

A obra foi lançada no mês de junho, em Bento Gonçalves (RS), e trata de duas regiões vitícolas do Rio Grande do Sul, a Serra Gaúcha e a Campanha, em que apresenta centenas de imagens que revelam o trabalho árduo do viticultor e também traz conceitos e visões importantes que indicam a necessidade de reflexões sobre o futuro dessa paisagem. 

Dal Pizzol fez a entrega pessoalmente a Sartori e reafirmou a constatação de Luís Vicente, que recomenda a paisagem da Serra Gaúcha como candidata à Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. “Essa paisagem é muito singular, construída graças ao trabalho árduo do nosso viticultor que chegou à Serra Gaúcha em 1875. Atualmente é apreciada por milhares de visitantes todos os anos, sendo, portanto, necessário preocupar-se por sua preservação. Sem dúvida, o reconhecimento pela Unesco como Patrimônio Cultural seria uma grande conquista”, ressaltou. Em Brasília, o livro chegou ao presidente interino da República, Michel Temer, por meio do diretor de Relações Institucionais do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), Carlos Paviani, e do deputado federal, Afonso Hamm.

O livro Paisagem do Vinhedo Rio-Grandense conta com 288 páginas, dividido em 15 capítulos, e tiragem de três mil exemplares e tem a apresentação da professora Ivanira Falcade da Universidade de Caxias do Sul (UCS). O prefácio é de Mirian Sartori Rodrigues, diretora do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae/RS), e prólogo de Jorge Tonietto, pesquisador da Embrapa Uva e Vinho.

A obra é uma referência nos estudos da paisagem do vinhedo e foi produzida com projeto aprovado pelo Ministério da Cultura e conta com o patrocínio de Bradesco, Italínea, Florense, Toniolo Busnello e Concresul, e tem o apoio do Senar e Dal Pizzol Vinhos Finos.

Últimas Novidades

Veja o histórico completo