Memórias do Vinho Gaúcho é apresentado para o setor vitivinícola em Bento Gonçalves e Flores da Cunha - Dal Pizzol Vinhos Finos
Rinaldo Dal Pizzol e Sérgio Inglez de Sousa reuniram profissionais e empresários nos dias 25 e 26 de fevereiro. O livro Memórias do Vinho Gaúcho, de autoria de Rinaldo Dal Pizzol e Sérgio Inglez de Sousa, foi apresentado para o setor vitivinícola em Bento Gonçalves e Flores da Cunha nos dias 25 e 26 de fevereiro, respectivamente. Em Bento, o Espaço Criare abriu suas portas, enquanto que em Flores da Cunha a recepção aconteceu no Pavilhão do Parque da Vindima, no Palco Uva Bordô. ...

Home /
Novidades

Memórias do Vinho Gaúcho é apresentado para o setor vitivinícola em Bento Gonçalves e Flores da Cunha

27 de fevereiro de 2015

Rinaldo Dal Pizzol e Sérgio Inglez de Sousa.

Rinaldo Dal Pizzol e Sérgio Inglez de Sousa reuniram profissionais e empresários nos dias 25 e 26 de fevereiro.

O livro Memórias do Vinho Gaúcho, de autoria de Rinaldo Dal Pizzol e Sérgio Inglez de Sousa, foi apresentado para o setor vitivinícola em Bento Gonçalves e Flores da Cunha nos dias 25 e 26 de fevereiro, respectivamente. Em Bento, o Espaço Criare abriu suas portas, enquanto que em Flores da Cunha a recepção aconteceu no Pavilhão do Parque da Vindima, no Palco Uva Bordô.

Nas 752 páginas, distribuídas em três volumes, é possível conhecer um pouco mais dos primórdios da vitivinicultura gaúcha, entre 1600 e 1875, em que trata, por exemplo, dos jesuítas como os primeiros viticultores gaúchos, e se encerra com as grandes transformações do vinho brasileiro entre 1990 e 2000.

Luis Fernando Verissimo, na apresentação do livro, destaca que “Memórias do Vinho Gaúcho reunidas por Rinaldo Dal Pizzol e Sérgio Inglez de Sousa podem ser lidas como uma saga empolgante ou saboreadas como um romance, cheio de lances e personagens inesquecíveis – ou como um vinho no ponto. É decididamente, um livro de boa cepa”.

Para o ex-ministro da Agricultura Francisco Turra que escreve o prefácio do livro, os autores prestam um tributo aos viticultores que inseriram o país entre os principais produtores de uma das mais apreciadas culturas e bebidas do mundo.

No prólogo, o empresário Raul Randon, destaca que a obra é um acervo de epopéias, fatos e referências históricas que motivarão as gerações atuais e futuras a darem continuidade a essa trajetória.

A obra é financiada pelo Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, PRONAC 128357. Foi editado pela AGE Editora. São patrocinadores: Banco Bradesco, Randon, Fras-le, Carraro, Salton, Verallia, Telasul, Meber, Concresul, Toniollo Busnello, SCA e tem como apoiadores a Farsul, Senar e Sebrae por meio do Programa Juntos para Competir.

Autores

Rinaldo Dal Pizzol é natural de Bento Gonçalves (RS) e formado em Ciências Econômicas. Desde 1960 foi diretor de empresas do setor vinícola. Presidiu a União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra) e foi vice-presidente da Festa Nacional do Vinho, em Bento Gonçalves, e da Festa Nacional do Champanhe, em Garibadi. Atualmente preside o Instituto R. Dal Pizzol, atua como consultor de empresas vinícolas no Brasil e do exterior, é diretor da Dal Pizzol Vinhos Finos. O Instituto é responsável pela recente constituição do Ecomuseu da Cultura do Vinho que abriga entre outros atrativos culturais uma bem organizada coleção ampelográfica privada (de videiras), em campo, com cerca de 400 variedades, exposição a céu aberto e sala de exposição permanente que estão à disposição dos visitantes, em Faria Lemos, Bento Gonçalves.

Sérgio Inglez de Sousa é natural de Piracicaba (SP) e engenheiro mecânico por formação. Dedicou-se ao estudo do vinho viajando por praticamente todos os países produtores das Américas, Europa, África do Sul e Oceania. Tem mais de uma centena de artigos sobre a matéria, publicados nas principais revistas especializadas brasileiras. Ministrou cursos no Senac, foi Presidente da Sociedade Brasileira dos Amigos do Vinho e, dentre seus livros sobre a cultura do vinho, destacou-se Vinho – Aprenda a degustar e a trilogia Vinho Tinto, Vinho Branco, Espumante – o prazer é todo seu. Sérgio é filho e sucessor de uma personalidade ligada à cultura da uva e do vinho, o professor, pesquisador e escritor Julio Seabra Inglez de Sousa; autor do famoso e apreciado livro Uvas para o Brasil, editado pela Cia Melhoramentos, de São Paulo, em 1969.

Fotos: Janquiel Mesturini

  1. Sessão de autógrafos.

Últimas Novidades

Veja o histórico completo