Dal Pizzol Alicante Bouschet entre os mais representativos de 2016 - Dal Pizzol Vinhos Finos
Variedade, ainda jovem no Brasil, ficou entre as 16 amostras da 24ª Avaliação Nacional de Vinhos Foi dos vinhedos de Bagé, porta de entrada do pampa gaúcho, que a Dal Pizzol Vinhos Finos surpreendeu com a variedade Alicante Bouschet na 24ª Avaliação Nacional de Vinhos (ANV), promovida pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), no último sábado, 24 de setembro. A vinícola, de Bento Gonçalves (RS), ficou classificada entre as 16 amostras mais representativas da safra 2016. ...

Home /
Novidades

Dal Pizzol Alicante Bouschet entre os mais representativos de 2016

27 de setembro de 2016

Variedade, ainda jovem no Brasil, ficou entre as 16 amostras da 24ª Avaliação Nacional de Vinhos

Foi dos vinhedos de Bagé, porta de entrada do pampa gaúcho, que a Dal Pizzol Vinhos Finos surpreendeu com a variedade Alicante Bouschet na 24ª Avaliação Nacional de Vinhos (ANV), promovida pela Associação Brasileira de Enologia (ABE), no último sábado, 24 de setembro. A vinícola, de Bento Gonçalves (RS), ficou classificada entre as 16 amostras mais representativas da safra 2016.

Concebida apenas a partir do final do século 19, a variedade de uva é ainda pouco conhecida, inclusive de boa parte dos 850 participantes na ANV. No entanto, a aposta da Dal Pizzol por meio desse vinho tinto fino seco aconteceu justamente pela contemporaneidade e por uma demanda cada vez mais crescente do mercado nacional por novidades em vinhos. “Estamos imensamente felizes pelo resultado”, comemora Dirceu Scottá, enólogo da Dal Pizzol Vinhos Finos.

Na descrição sensorial dos 90 enólogos, durante a Avaliação de Seleção, realizada no mês de agosto, o produto foi considerado de visual límpido e brilhante, tonalidade vermelho rubi intenso, com reflexos violáceos, cor viva e vibrante, lágrimas persistentes. No nariz tem a intensidade média levou a aromas de frutas vermelhas, framboesa, amora, cereja, morango, jabuticaba, notas adocicadas, caramelo, compota, pão doce, cassis, especiarias, pimenta, cacau, café, baunilha, couro, tabaco e sutil mineral. Na boca é encorpado e equilibrado, acidez marcante e taninos macios, com boa estrutura e corpo médio, bom potencial de envelhecimento.

Alicante Bouschet surgiu no final do século 19, pelo cruzamento entre Petit Bouschet e Grenache. Trata-se de uma cepa muito utilizada em cortes, nos quais participa acrescentando cor e taninos. Tanto os taninos quanto a acidez combinam muito bem, por exemplo, com robustas carnes vermelhas. A outra boa notícia ficou para o Dal Pizzol Cabernet Sauvignon 2016 que também ficou entre os 30% mais representativos.

“A ANV legitimou dois produtos Dal Pizzol que estarão no mercado e, sem dúvida, é uma radiografia da produção brasileira que gera grande expectativa no setor, considerado o grande momento do vinho brasileiro”, destaca Scottá. Os vinhos foram avaliados por 90 enólogos em seis sessões degustadas às cegas, entre os dias 18 a 25 de agosto de 2016, no Laboratório de Análise Sensorial da Embrapa Uva e Vinho.

Participaram da 24º Avaliação Nacional de Vinhos 46 empresas vinícolas dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Bahia, Minas Gerais e São Paulo. No total foram inscritas 241 amostras nas categorias branco fino seco não aromático, branco fino seco aromático, tinto fino seco, tinto fino seco jovem e vinho base para espumante.

Foto: Jeferson Soldi

Últimas Novidades

Veja o histórico completo