Vinho Cabernet Sauvignon - Dal Pizzol Vinhos Finos

Conheça o Vinho Cabernet Sauvignon produzido pela Dal Pizzol, vinícola que traz consigo uma tradição na vitivinicultura que remonta o Século XIX. Sua história expressa um talento natural e cheio de experiências, sabedoria e sensibilidade na produção de vinhos, espumantes e sucos de uva.

Home /
Produtos

Vinhos Dal Pizzol

Cabernet Sauvignon

Cabernet Sauvignon

Safra 2013
Conteúdo: 750ml
Unidades por caixa: 6
Graduação alcoólica: 13% vol.
Acidez total: 75 Meq
Açúcar residual: 3,0 g/L
Foram elaborados 15.000 litros deste vinho.

Temperatura de serviço:
Ideal para consumo de 15 a 20 °C.

Origem da cepa:
Sua origem conhecida seria efetivamente a região de Bordeaux, de onde se disseminou por toda a Europa Central, Mediterrâneo, Leste Europeu, Balcans, África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Califórnia e América do Sul.

A Cabernet Sauvignon é considerada a rainha das uvas tintas. Segundo experts o vinho do Chateau Lafite é elaborado e composto de dois terços Cabernet Sauvignon, completando com Cabernet Franc e Merlot. O Chateau Mouton Rothschild é 90% Cabernet Sauvignon completando com Cabernet Franc 5% e Merlot 3%. O Chateau haut Brion é 55% Cabernet Sauvignon 22% Cabernet Franc e 23% Merlot. Nos Chateau do Village de Pauillac a proporção é de 75% Cabernet Sauvignon. No distrito de GRAVES, 50%. Em St. Emilion-Pomerol, Fronsac 33%; dependendo naturalmente de cada ano.

No Brasil o Cabernet Sauvignon é cultivado desde 1886 quando Antônio Pieruccini trouxe as primeiras mudas e as plantou em sua propriedade nos arredores de Caxias do Sul. Antônio Pieruccini, imigrante Toscano, de Luca, foi na região de colonização Italiana da Serra Gaúcha o pioneiro e precursor das uvas finas principalmente por sua defesa ardorosa do sistema de condução em espaldeira, como o mais adequado para produzir vinhos de qualidade diante do clima desta região.

No início do século, trouxe muda da França e as cultivou na antiga Estação Agronômica de Porto Alegre o Dr. M. Paldaoff e o Dr. Augusto G.Borges, obtendo excelentes resultados.

Em 1978 a Maison Forestier trouxe em sua coleção, um clone de Cabernet Sauvignon que hoje é muito difundido na região.

Elaboração:
O mosto foi obtido do desengace e esmagamento de uvas maduras e sãs. Neste foi adicionadas leveduras selecionadas na dose de 20 g/hl. Durante a maceração foram realizadas remontagens periódicas. O vinho Cabernet Sauvignon é obtido de uma fermentação com maceração prolongada (10 dias) a temperaturas entre 25 a 28 °C, a fim de se extrair as melhores características do varietal e obter um bom equilíbrio de taninos e coloração. Amadurece por um período de 15 meses nos tanques de inox e após é engarrafado.

Características do vinho:
Vinho tinto, de cor vermelha rubi com reflexos violáceos, seco, soberbo, encorpado, aroma fino mesclando frutas vermelhas maduras com vegetais frescos, que se matizam numa saborosa composição. Bem equilibrado, teor de acidez discreto, taninos elegantes e maduros, deixando uma boa sensação final. Tem características para média guarda.

Recomendações gastronômicas:
Harmoniza, muito bem com queijos do tipo camembert, cheddar, roquefort e brie. Com carnes vermelhas de sabor acentuado, massas com molhos de carne, cordeiro, patos, gansos, bacalhau, aves bem condimentadas, rosbife, carne de porco, vitela, souflés, cassoulet, rã.